Casa da Passarella Tinto 2009

RIEDEL Garrafeira Fernando's Garrafeira Fernando's

Dão – 13% – PVP: Indefinido – Nota: 97+/19

É um vinho histórico porque é a primeira edição do topo de gama da Casa da Passarella. Uma referência que apenas será lançada para o mercado em anos excecionais.

Produtor: A Casa da Passarella situa-se próximo de Lagarinhos, Gouveia, em pleno coração da região do Dão. O projeto existe desde 1892 mas no final do século passado deixou de enviar os vinhos para o mercado. O projeto foi revitalizado no início deste século e é um dos produtores mais emblemáticos da região. Pela Casa da Passarella passaram alguns dos nomes maiores da enologia portuguesa, como por exemplo: Mário Pato, Alberto Vilhena e, atualmente, Paulo Nunes.

A Casa da Passarella tem cerca de 100 hectares, dos quais 50 hectares são de vinha. Estes estão divididos por sete diferentes vinhas, múltiplas exposições e diversidade de castas.

Vinha: As videiras foram plantadas há mais de 70 anos e ocupam uma área com cerca de dois hectares localizada a mais de 700 metros de altitude.

Vinificação: As uvas foram parcialmente desengaçadas e fermentaram em cubas de cimento com controlo de temperatura. O vinho estagiou durante 18 meses em barricas usadas com mais de seis anos de uso e foi engarrafado em 2011. Será lançado para o mercado no segundo semestre de 2020.

Castas: Touriga Nacional, Baga, Jaen, Alfrocheiro, entre muitas outras, inclusivamente castas brancas.

Aspeto: Intensidade média(-) e rubi.

Nariz: Intensidade média, esteva, amora, ameixa, leve couro, leve resina, caixa de tabaco, leve alcatrão, pimenta branca, folhas secas e pedra molhada.

Boca: Seco; acidez alta; alcool médio; tanino médio e seco; corpo médio; intensidade média(+); ameixa seca; cereja; mirtilo; leve baunilha; leve cogumelo; leve vegetal e final longo.

Conclusão: Este vinho revela aromas e sabores muito precisos da fermentação, pós fermentação e maturação. A forma balanceada como se conjugou acidez, álcool, tanino e uso da barrica resulta num vinho pleno de elegância e balsâmico mas com muita complexidade e nervo.

Um vinho absolutamente invulgar capaz de resistir à passagem do tempo como um monumento ao Dão. Um dos 10 melhores vinhos de mesa que provei.

Produtor: Casa da Passarella

Condição de Prova: Sem acompanhamento de comida.

Capacidade: Standard (0,75 L)

Temperatura de Serviço: 16º

Data de prova: 23/2/2020

2 Comments

Deixe uma resposta