Vital

RIEDEL Mind the Glass
Credits: IVV

Ficha da Casta

Variedade

Branca

Sinonímia

Boal Bonifácio, Malvasia Corada e Malvasia Fina do Douro

Variedades erradamente identificadas com a Vital

Malvasia Fina

Origens

O Posto Ampelográfico de Torres Vedras, em 1897, referiu a casta como originária da Lourinhã, no entanto, esta não foi mencionada nos estudos ampelográficos de José Menezes realizados em 1900. Robinson, Harding e Vouillamoz (2012) referem que a casta teve origem na zona Norte de Lisboa.

Características

A casta apresenta um vigor médio/elevado e uma produtividade elevada (8 a 15 T/Ha). O cacho é grande, medianamente compacto, cónico e de comprimento médio. O bago é arredondado e médio com uma película medianamente espessa. A casta é bastante sensível à botritis e medianamente sensível ao oídio.

Regiões de Maior Relevância e Expansão

No ano de 2018, a principal zona de implantação da casta era Lisboa com 444 Hectares ocupando cerca de 2.5 % da área total da região.

Credits: Vine to Wine Circle

Parentalidade

Desconhecida

Notas de Prova

Os vinhos desta casta são frutados e delicados mas com frequência apresentam baixa acidez.

Fontes

  • Böhm, Jorge (2007), Portugal Vitícola – O Grande Livro das Castas, Chaves Ferreira Publicações, Lisboa
  • Robinson, Jancis; Harding, Julia; Vouillamoz, José (2012), Wine Grapes: A Complete Guide to 1,368 Vine Varieties, including their Origins and Flavours, Penguin Group, Londres
  • https://www.ivv.gov.pt (28 de março de 2020)

Deixe uma resposta