Vinhos brancos antigos do Dão

RIEDEL

No nosso país haverão poucas instituições dedicadas à temática do vinho que detêm uma aura de experimentalismo, dedicação e misticismo tão arreigada como o Centro de Estudos Vitivinícolas de Nelas, também conhecido como Centro de Estudos de Nelas.

Esta organização encontra-se sediada na Quinta da Cale, com cerca de 11 hectares, e tem vindo a revelar-se fulcral no apoio à vitivinicultura e reestruturação da vinha desde 1946. O reconhecimento desta instituição adveio, inicialmente, do trabalho experimental na identificação e estudo das diferentes castas, bem como na conservação de vinhos longevos a que estas deram origem.

Neste aspeto, o trabalho desenvolvido pelo Eng. Alberto Vilhena, entre 1958 e 1988, no estudo das castas Encruzado, Bical, Malvazia Fina, Uva Cão, Touriga Nacional, Bastardo, Alfrocheiro, Jaen entre outras, do qual ainda usufruímos nos nossos dias, assumiu um estatuto quase lendário para qualquer mortal que gosta de vinhos antigos do Dão.

Desta forma, qualquer iniciativa que envolva a prova de vinhos antigos, em lote ou estremes, provenientes da anciã garrafeira do Centro de Estudos é sempre ansiosamente aguardada pelos participantes que têm o privilégio de ser convidados para o evento.

A prova de brancos

No âmbito do programa da Feira de Vinhos do Dão, em Nelas, o Centro de Estudos agendou uma prova para o último dia de agosto. Nenhum dos convidados sabia previamente que vinhos seriam provados mas o evento era muito prometedor.

Depois de entrarmos no edifício fomos conduzidos a uma sala ampla na qual estavam a engenheira Vanda Pedroso, o engenheiro José Paulo Dias, bem como os enólogos Paulo Nunes e José Cavalheira, responsáveis pela escolha dos vinhos para a prova. O ambiente era descontraído mas sentia-se uma certa expetativa no ar.

Depois de uma troca de cumprimentos dirigi-me ao lugar na mesa de prova. Ao centro estavam umas folhas brancas, de formato A4, dobradas pelo meio amarradas com ráfia no canto superior esquerdo, ao meio estavam impressas as palavras: “Vinhos produzidos no CEVDão: Colheita dos Anos 50 a 90”. Esbugalhei os olhos, sorri e pensei que iriamos provar vinhos que compreendiam quase metade da vida da região demarcada do Dão.

Em primeiro lugar foi servido o Centro de Estudos Vitivinícolas de Nelas Branco 1958. O vinho apresentou uma bonita cor dourada e no nariz evidenciou mel e cereal. Na boca mostrou-se seco, fresco, madeirizado e com boa acidez. Um excelente exemplar.

De seguida foi servido o vinho Centro de Estudos Vitivinícolas de Nelas Branco 1963. No nariz eram evidentes as notas de feno e cereal, no entanto, na boca o vinho revelou-se seco, fresco, salino, muito acídulo e extremamente longo. Um hino à região.

Em terceiro lugar foi servido o vinho Centro Estudos Vitivinícolas de Nelas Branco 1974. Este era menos intenso do que os anteriores, ainda assim era seco e com notas de feno. Na boca apresentou-se fresco, madeirizado, boa acidez, ainda com alguma fruta e final longo. Muito Bom.

Para finalizar a série de brancos ainda foi servido o vinho Centro de Estudos Vitivinícolas de Nelas Branco 1995 que se revelou com aromas a pera e outras frutas brancas. Na boca era seco com notas apetroladas, boa acidez e fruta madura. Muito bom.

Dois mundos diferentes

Os primeiros três vinhos servidos partilham em comum várias características. Por um lado, tiveram por base as mesmas castas: Malvazia Fina, Encruzado, Bical, Cercial Branco, Gouveio, Barcelo, Uva Cão, Terrantez e Rabo de Ovelha. Por outro lado, partilharam a mesma tecnologia de vinificação que consistiu no processo de “bica aberta” em lagar de granito, sem desengace e sem controlo de temperatura. A conservação foi feita em toneis e pipas de castanho.

No último vinho branco servido, a casta Rabo de Ovelha foi preterida em favor da Borrado das Moscas mas todas as outras fizeram parte do lote. A tecnologia de vinificação usada foi o prévio desengace total e fermentação controlada a uma temperatura entre os 18 e os 19 graus centígrados. A conservação foi feita em depósitos de 2000 litros de capacidade.

Perante estes factos e as anteriores notas de prova (o branco de 1995 mostrou-se aromaticamente mais próximo das referências contemporâneas mas aparentemente mais evoluído) poderemos articular algumas reflexões relacionadas com as castas, tecnologias envolvidas e perfil de vinho.

Os primeiros 3 vinhos são absolutamente monumentais e revelam o que de melhor a região pode fazer. Ainda assim, depois de olharmos para as castas que compõem o lote ficamos com a sensação que algumas delas rareiam na região e será muito difícil repetir o elenco reunido em vinhos futuros. Um património em risco de se perder.

Quanto à tecnologia de vinificação usada podemos considera-la quase obsoleta. Praticamente nenhum enólogo a usa e por isso dificilmente será replicada.

Finalmente, o perfil de vinho seria muito diferente do que estamos habituados. Até aos anos 70, os vinhos brancos estagiavam por 5 ou mais anos em toneis e pipas com muitos anos de idade, o que lhes retiraria os aromas evidentes a fruta que são do agrado do público em geral.

O regresso às tecnologias e castas mais antigas para conceber vinhos na atualidade talvez seja, infelizmente, uma ideia fugaz. Ainda assim, tal como referiu Paulo Nunes, “estes vinhos do Centro de Estudos Vitivinícolas de Nelas são um verdadeiro tratado de enologia.”. E são mesmo. Seria uma grave falha perderem-se estas práticas ancestrais que originam vinhos extremamente longevos e de classe mundial.

A questão que pode ser enunciada é: haverá vontade enológica e mercado atual para este tipo de vinhos ou estarão condenados ao esquecimento?

59 Comments

  1. contoh skripsi

    Hey there! Do you use Twitter? I’d like to follow you if that would be ok.

    I’m definitely enjoying your blog and look forward to new updates.

  2. Rising Damp causing plaster and paint to peel Winterbourne

    Amazing blog! Do you have any tips for aspiring writers?

    I’m hoping to start my own site soon but I’m a little lost on everything.

    Would you suggest starting with a free platgorm like WordPress or go ffor
    a paid option? There are so many choices out there that I’m totally confused ..

    Any tips? Thanks!

  3. Emilia

    It’s not my first time to pay a quick visit this site, i am browsing this website dailly and get nice information from here all the time.

  4. posicionamiento web Barcelona

    I have been exploring for a little bit for any high-quality articles or weblog posts on this kind of space .
    Exploring in Yahoo I eventually stumbled upon this web site.

    Studying this information So i am satisfied to show that I’ve an incredibly
    good uncanny feeling I came upon exactly what I needed.

    I such a lot no doubt will make certain to do not forget this website and give it a glance on a relentless basis.

  5. June

    Woah! I’m really enjoying the template/theme of this blog.
    It’s simple, yet effective. A lot of times it’s very difficult to get
    that “perfect balance” between usability and visual appeal.

    I must say that you’ve done a great job with this. Also, the blog loads extremely fast
    for me on Internet explorer. Exceptional Blog!

  6. download

    I’ll immediately grab your rss feed as I can’t find your e-mail subscription link
    or e-newsletter service. Do you’ve any? Kindly allow me understand so that I may just subscribe.
    Thanks.

  7. マジソン バッグ

    Great weblog right here! Additionally your site loads up very fast!

    What web host are you the use of? Can I am getting your associate link
    to your host? I want my site loaded up as fast as yours lol

  8. Buy Gabapentin

    Having read this I believed it was extremely enlightening.
    I appreciate you finding the time and energy to put this informative article together.

    I once again find myself personally spending way too
    much time both reading and posting comments. But so what, it was still worth it!

  9. unlimited gsa backlink service

    This is very interesting, You are a very skilled blogger. I’ve joined your rss feed and look forward to seeking more of your excellent post.

    Also, I’ve shared your web site in my social networks!

  10. www.nanyangdibang.com

    Great site you have got here.. It’s hard to find quality writing like yours nowadays.
    I honestly appreciate people like you! Take care!!

  11. HTML editor

    Hi! I’ve been reading your web site for a while now and finally got the courage to go ahead
    and give you a shout out from Porter Tx! Just wanted to mention keep up the fantastic job!

  12. chat live

    hi!,I really like your writing so a lot! share we keep up a correspondence extra about your post on AOL?
    I require a specialist on this house to solve my problem.
    Maybe that is you! Having a look ahead to see you.

  13. Poker IDN

    I was wondering if you ever considered changing the structure of your site?
    Its very well written; I love what youve got to say. But maybe you could
    a little more in the way of content so people could connect with it better.

    Youve got an awful lot of text for only having one or two images.
    Maybe you could space it out better?

  14. minecraft

    I like the valuable information you provide in your
    articles. I will bookmark your weblog and check again here frequently.

    I am quite certain I will learn many new stuff right here!
    Good luck for the next!

  15. Gabapentin in Bennington

    Appreciating the hard work you put into your blog and detailed information you present.
    It’s great to come across a blog every once in a while that isn’t the same unwanted rehashed material.
    Fantastic read! I’ve bookmarked your site and I’m adding your RSS feeds to my Google account.

Deixe uma resposta