Romano Cunha Tinto 2010

RIEDEL Mind the Glass

Trás-os-Montes – 13,5% – PVP: 20 Euros – Nota: 90

O projeto vínico está centrado em duas personalidades: Mário Cunha e Raul Pérez. O proprietário apostou que a sua vinha, com cerca de 13 hectares, situada na proximidade de Mirandela e implantada num solo granítico a uma altitude que varia entre os 400 e os 500 metros, poderia produzir vinhos de grande qualidade.

As castas predominantes usadas nos vinhos são: Tinta Amarela, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Bastardo, Malvasia Fina, Gouveio e Códega de Larinho. Estas dão origem a vinhos cujos rótulos diferem apenas na data de reserva.

Castas: Tinta Amarela, Tinta Roriz, Bastardo e Touriga Nacional.

Aspeto: intensidade média e rubi.

Nariz: intensidade média(-), amora, mirtilo, esteva, rosas, leve baunilha, leve caruma, tabaco e cedro.

Boca: seco, acidez média(+), álcool médio, corpo médio, intensidade média(+), leve baunilha, amora, mirtilo e final longo.

Conclusão: Após um nariz tímido mas afirmativo temos uma boca plena de fruta e elegância. Um excelente exemplar da região de Trás-os-Montes. Para beber já ou guardar mais uns anos.

Produtor: Mário Cunha

Condição de Prova: ao jantar

Capacidade: standard (0,75 L)

Temperatura de Serviço: 17º

Data de prova: 20/2/2019

2 Comments

Deixe uma resposta