Rabigato

RIEDEL Mind the Glass
Credits: Vine to Wine Circle

Ficha da Casta

Variedade

Branca

Sinonímia

Baldsena, Carrega Besta, Estreito, Muscatel Bravo, Não Há, Puesta en Cruz (Espanha), Respigueiro, Rabo de Asno, Rabo de Carneiro, Rabo de Gato e Rodrigo Afonso.

Variedades erradamente identificadas com a Rabigato

Donzelinho Branco, Malvasia Fina, Rabo de Ovelha.

Origens

A Rabigato teve origem na região do Douro.

Em Portugal, a primeira menção foi realizada por Rui Fernandes, em 1531, no livro “Descrição do terreno duas léguas em roda da cidade de Lamego”.

António Lacerda Gyrão, em 1822, refere-se à elevada acidez da casta no “Tratado Teórico e Prático da Agricultura das Vinhas”. Mais tarde, em 1891, Constantino Lacerda Lobo classificou-a no Douro, em Vilarinho da Castanheira, Anciães, Termo de Alijó e Murça.

Cincinatto da Costa referiu, na sua obra seminal “O Portugal Vitivinícola: Estudos sobre a Ampelografia e o Valor Enológico”, a casta por todo do país, em 1900.

Características

A Rabigato apresenta um vigor médio e uma produtividade média. O cacho é pequeno, cónico e muito compacto. O bago é pequeno, arredondado e com uma película fina. A casta é sensível ao oídio, ao míldio e à Botritis.

Regiões de Maior Relevância e Expansão

Muito embora Cincinatto da Costa tenha reportado a casta por todo o país, em 1900. Atualmente está praticamente confinada à região que a viu nascer, o Douro.

No ano de 2018 estava implantada em 1446 Hectares ocupando cerca de 1% da área total de vinha em Portugal e cerca de 4% no Douro. Esta era a segunda casta mais plantada na região, logo depois da Síria.

Credits: Vine to Wine Circle

Parentalidade

A análise ao DNA realizada em 2010, por Castro e outros, sugere que existe uma ligação genética com a Tinta Francisca.

Notas de Prova

Os vinhos obtidos são elegantes, delicados, de elevada acidez, grande estrutura e de textura cremosa.

Fontes

  • Böhm, Jorge (2007), Portugal Vitícola – O Grande Livro das Castas, Chaves Ferreira Publicações, Lisboa
  • Robinson, Jancis; Harding, Julia; Vouillamoz, José (2012), Wine Grapes: A Complete Guide to 1,368 Vine Varieties, including their Origins and Flavours, Penguin Group, Londres
  • https://www.ivv.gov.pt (22 de março de 2020)

Deixe uma resposta