Arundel 36 Tinto 2009

RIEDEL Mind the Glass

Alentejo – 14% – PVP: 100 Euros – Nota: 94

Os familiares de Joaquim Arnaud detêm propriedades na zona de Pavia desde meados do século XVII. Em 2001, Arnauld plantou as primeiras vinhas e em 2004 produziu o primeiro vinho. No ano seguinte lançou a marca Arundel, um tributo a um antepassado descendente dos condes de Arundel.

No ano de 2011 alargou o seu portefólio através de uma parceria com a Casa Agrícola Visconde de Merceana, na zona de Alenquer, e lançou mais uma gama de vinhos.

Este produtor também lançou para o mercado, em 2014, um espumante elaborado nas Caves S. João. Mais recentemente, também em parceria, lançou um Moscatel de Setúbal.

Casta: Alicante Bouschet, Syrah, Aragonês e Trincadeira.

Aspeto: Intensidade média e granada.

Nariz: Intensidade média, ameixa madura, frutos secos, flores secas, caixa de tabaco, pimenta branca, casca de árvore e especiaria.

Boca: Seco, Intensidade média(+), acidez alta, tanino redondo, alcool médio, ameixa madura, mirtilo, balsâmico, corpo médio(+) e final longo.

Conclusão: Este vinho conjuga muito bem alguns aromas e sabores a fruta, que ainda detém, com outros resultantes da evolução em garrafa.

A prova também revela boa acidez, algum vegetal, excelente estrutura e textura. O vinho está num excelente momento de forma. Para beber já.

Produtor: Joaquim Arnaud

Condição de Prova: Ao almoço.

Capacidade: Standard (0,75 L)

Temperatura de Serviço: 18º

Data de prova: 16/8/2019

Deixe uma resposta